UM PORTUGUES EM VANCOUVER

Chamo me Tiago Ribeiro, e desde a 9 anos que imigrei para o Canada, mais precisamente, para uma das mais belas cidades do mundo de seu nome VANCOUVER.Aqui irei mostrar e reflectir, sobre esta bela cidade, Cultura e Culturas, a experiencia da imigracao, reflexoes pessoais e sobre Portugal e Canada, entre outros temas e questoes desta VIDA de Imigrante e do MUNDO que me rodeia.. ....VIVE SE ESCREVENDO E ESCREVE SE PARA VIVER...

Wednesday, January 08, 2014

Life of Pi


Saturday, January 04, 2014

Hipocrita Bondade....

        Natal e tempo de bondade, de lembraca dos que sofrem e que menos podem...bondade com praso de validade bondade esta que se perde mal o ano muda, sera que alguem se lembra dos pobres e deficientes nos dias quentes de verao, tendo em mao uma bem fresca bebida de fazer os anjos churar? nao deverao ser muitos. Mas bondade nao e questao de climas, festividades ou interese instuticional, a bondade e nos natural, ela nos fez sobreviver, tornou nos mais intelegentes, mais emocionais e nao duvido que ela tera moldado a forma fisica do nosso cerbero e da nossa sociedade, como a conhecemos hoje em dia.
        
       E nao ha nada que valorise mais que um acto de bondade, e muitos de nos o usa como busula no valor dos outros e das suas accoes, e longe vai o tempo dos bons e dos maus, porque cada vez nos apercebemos que vivemos num mundo em que um acto inicialmente mau pode ter boas consequencias e o oposto ser igualmente verdade. Nos precisamos de ser bons, so assim o melhor que ha em nos pode ter valor no mundo que nos rodeia.
       Bondade e vital e importante entre os seres humanos isso e inegal, por mais que muitos , e com razao, por vezes achem que ela tras agua no bico, ou seja, tem alguma agente escondida. Logo ser bondoso, por mais simples que parece tem varias dimencoes e complexidade que o bondoso coracao tantas vezes ignora...verdade seja dita, da algum alivio acreditar por momentos que um pequeno gesto pode ter enormes importancias, da conforto!
       
      Mas ha outro tipo de bondade que muito se aceita e pouco se questiona, a bondade intistucional das caridades que parecem renascer das cinzas no natal mas que estao sempre presentes, sempre e na maioria de cariz religioso. Os tempos ja nao sao o que eram e vviemos em tempos em que tanto bontadade com lealdade vivem tempos conturbados e com efeito as caridades sofrem, porque nos nos perguntamo " para onde vai o dinheiro?" "quem controla o dinheiro?" " sera mesmo usado para os fins que nos sao ditos?" e o que recebemos por resposta sao sorrisos cheios de boas intencoes.
       Muitos ja se fizeram a mesma pergunta e aqui deixo 2 livros que levantam a questao sobre o poder da caridade moderna e dos seus fins. Eu como muitos costumava acreditar no poder da caridade, mas depois puz me a pensar. Se um pais com algum poder economico ajuda um em estado de pobresa e nessecidade tem que haver algum tipo de pontos em comum, mas se um ajuda o outro fazendo os mais pobres subirem a nivel economico e social isso talvez nao agradara os mais podereros em continentes com Asia ou Africa.
    
       Um  acto de bondade a nivel institucional nao me parece ser algo tao facil como parece, e o dinheiro devido a corrupcao conhcida por todos na Africa, esse vai se perdendo pouco a pouco ate chegar a quem o mais precisava. Outro aspecto deste tipo de caridade que acho algo absurda e eles nos dizerem que com a nossa ajuda eles poderam plantar arvores, fazer pocos de agua, ter animais...mas isso ja eles tem, ja e como eles vivem!!
       Outra ajuda sao os micro ajuda, claro que fazem m

uitos melhorar as suas condicoes, mas nunca se houvem historias de alguem ficar muito rico, estes so sobem alem do limiar da probresa, tendo que comer, talvez ter uma casa, estudar, mas alguem conhece alguma historia de sucesso de nos tirar o folgo por causa deste micro emprestimos? eu nao conheco, e porque sera que nao conhecemos?
      Ajuda institucional esta directamente ligada a intereses economicos e politicos entre nacoes e nos somos apenas bons samaritanos neste jogo de xadrez. Claro que e importante ajudar o outro sempre que for possivel, so que quando grandes grupos ou instituicoes, incluido a Igreja, se torna agente desta, as coisas ja nao sao tao simples!! Logo um pouco de bom senco e reflexao e sempre nessecaria!