UM PORTUGUES EM VANCOUVER

Chamo me Tiago Ribeiro, e desde a 9 anos que imigrei para o Canada, mais precisamente, para uma das mais belas cidades do mundo de seu nome VANCOUVER.Aqui irei mostrar e reflectir, sobre esta bela cidade, Cultura e Culturas, a experiencia da imigracao, reflexoes pessoais e sobre Portugal e Canada, entre outros temas e questoes desta VIDA de Imigrante e do MUNDO que me rodeia.. ....VIVE SE ESCREVENDO E ESCREVE SE PARA VIVER...

Friday, February 28, 2014

Rex Murphy e o estado da politica canadiana

         Rex Murphy e sem duvida um dos grandes jornalistas e comentadores canadianos http://ww2.nationalpost.com/search/index.html?q=rex+murphy, ler as suas cronicas e ver os seus videos comentando o canada nas suas politicas e politicos, sociedades, sonhos , aspiracoes e desastres e lembrar os principios essenciais do que e viver no canada. De forma honesta, lirica e sempre bem informada da ao espectador um retrado do pais e cultura que se vive, canadiana a 100% e o papel desta no mundo e em casa...Mas e melhor deixar Rex falar e perceberao a que me refiro.


Jann Harden e o caracter canadiano

          Artistas, esse grande veiculo e voz das emocoes e dos pensamentos de uma nacao, de uma era, de uma mensagem... que se dao a a eternidade nas suas criacoes. Mas podem artistas mostrar a forma de ser e de estar da nacao de onde sao originarios? uns mais do que outros tenha a certeza, que artista melhor representa o caracter Brasileiro por exemplo? ou o portugues?...
         
         Dos varios artistas canadianos e em opiniao pessoal, Jann Arden http://www.jannarden.com/ e a cantora, multi premiada, e que mesmo sendo bilionaria nao deixa de ter uma personalidade com os pes na terra, descontraida, honesta e directa com um muito canadiano sentido de humor. Assim e o caracter canadiano e um povo que embora muito sistematico que da muito respeito a boa educacao e a ordem na sua forma mais pragmatica e eficas, nunca deixa de levar a vida com alguma levesa e alegria.
       
       Se tiver como ponto de referencia o pesado e serio caracter portugues, as caracteristicas que em cima referi de certo ganham destaque com facilidade. Mas ha grandes licoes de vida a aprender com esta forma de ser dos canadianos, nao e por se ser descontraido que quando o trabalho exige dedicacao e concentracao nao se faz como deve de ser e isso os canadianos sao sem duvida o melhor exemplo.
       E quando vem a desfrutar dos prazeres da vida, bem nesse caso talvez de nos latinos poderiam apender uma ou duas coisas, canadianos e um povo muito civilizado, por vezes ate demais, nos em comparacao, nos latinos, parecemos algo "caoticos".
        Artistas representam nos, claro que ha artistas dos mais variados tipos de personalidades e caracteres, mas aqueles que nos espelham, tanto nas musicas ou outra criacao artisticas, sempre nos tocam mais profundamente fazendo das suas criacoes mensagens para a eternidade e abrangentes na sua universalidade. E a novel canadiano, Jann Arden sem duvida e o que de mais canadiano um artista, em minha opinao alguem pode ser..e nada como ouvir as musicas desta para conhecer esta "" canadianadade" se e se tal palavra existe...
 
       
      



Males Virtuais, parte 1

         Vive se cada vez mais on-line, da procura de trabalho, a encontrar o amor,  sem esquecer a partilha de todos os mais monotonos infimos detalhes da existencia de uma pessoa, tudo inevitavelmente tem uma forma virtual. E chega se ao ponto de se por em questao de, se sera que nos que precisamos mais da net ou ela que precisa mais de nos, nela tudo se partilha, mas tambem muito se finge, se mente e manipula...A net e um oeste selvagem!! Uma terra sem lei, onde pouco de nos mesmo resta, a nossa humanidade e civilidade desaparece na net!!...pois vivemos em medo ao mesmo tempo que deejamos algum contacto.
        
        Eu nem se quer falo dos crimes feitos nela, da pirataria, vamos manter esta reflexao ao nivel de interaccao humana porque e ai que me parecem existir muitos dos mais destes convivios virtuais chamados""social networks" em ingles, mas quem passa algum tempo nestas, nomentadamente Facebook, cedo se apercebe que e pouco social, de facto bem solitario e "terra" onde egos desabrocham como rosas num dia de verao.
        Sim, ha bondade e ha utlidade na net, pessoas que se encontram que nao se veem a anos, grupos de pessoas por intereses entra outros factores, mas mais e mais estes grupos se fecham em si e se tornam mais num culto pois se limitam a olhar o proprio ego, factores e valores comuns. Mas se ha problemas nas criacoes colectivas, sem esquecer alguns sucessos, ainda e pior a nivel individual como referi em cima alguns exemplos.
       
        Desrespeitamo nos tao facilmente na net em pessoa ao ponto de eu por em questao se somos realmente civilizados como pensamos, visto que a net serve como escudo e mascara muitos se escondem nela e movidos por intereses. E intencoes pouco claras muitos se dedicam a maguar quem nunca conheceram, estes sao uma minoria felizmente, mas os nossos niveis de empatia, nem por isso, que temos um pelos outros aqui sao vergunlhoso e ofencivos.
         Eu partilho isto porque me senti mal com a falta de respeito no facebook, pela forma como nos tornamos objectos e comudidade de tao facil uso e abuso, mas nao sou o unico, muitos se sentem como eu. Vendo bem, nos somos das primeiras geracoes a usar a net desta forma, a nossa evolucao so agora comecou e a net ainda tem muito que evoluir e se desenvolver a nivel humano essa e a raiz da net, a forma como interagismos um com os outros, mesmo aqueles que nao conhecemos.
 
       Nao nego que uma reforma moral e etica e precisa na net e obviamente tecnica para responder aos abusus e desrespeitos feitos na net e parece me muito importante haver uma reflexao geral sobre como interagir na net e nisso ha muitas visoes, umas que se completam outras que sao irreconciliaveis, no entanto discussao e importante. E triste ir para a net e me aperceber que me sinto so mas no entanto nao me posso abrir porque muitos usaram isso estupidamente, enquanto a net deveria ser um espaco para pessoas, sos ou nao se encontrarem e terem uma honesta partilha entre si, mas nao foi dessa forma que a net se transformou!!
      Nos falhamos uns aos outros, acima de tudo a nivel humano, sei que para muitos que vem a net como um simples objecto podera ser dificil ver que ela e mais do que ir ao google para achar uma direccao ou fazer ligacoes com clientes da sua area profissional. A net pode tambem ser um espaco de honestas ligacoes entre pessoas que se conhecem e que embora em continentes ou paises diferentes realmente querem se conhecer e partilhar ideas e experiencias, a nossa humanidade, verdade e inter-culturalidade estas podiam se elevar na net na inteccao entre nos, no entanto e onde parece ir morrer em agonia.
 
      
    Outra internet precisa se com urgencia, uma reforma tem de acontecer a nivel humano neste mundo tecnologico, factores como cyber bulling tem de ser enfrentados de frente, assim como as depressoes que se escondem pela net e que nascem por causa dela. A net pode nos fazer melhor em certos aspectos mais pragmaticos consegue isso rasuavelmente bem, mas se a net e usada para conecoes entre pessoas e essas falham miseravelmente, a culpa so podera ser da propria tecnologia ou simplesmente nossa, que a usamos.
     Uma discussao social tem de acontecer em relacao a internet, algo que de forma aberta a todos, a varios niveis da sociedade pense nas formas como a internet nos esta a falhar e de como nos nela nos falhamos ao nivel mais basicamente humano. Vivemos ainda em tempos selvagens da internet, em termos cronologicos da historia humana, chamaria lhe a idade do fogo, mas acredito que o sonho e utopia que a net e e pode ser para todos nos e realizavel, mas essa real transformacao tera de comecar que enfrentar mos as fraquezas deste sistema e arranjar mos ferramentos sociais e culturais para os resolver...

Tuesday, February 11, 2014

O refugio dos escritores

        Escritores sao como lobos, livres, independentes cada um trilhando o seu caminho, explorando e pensando questoes e temas vistos na perspectiva do mesmos. E nesta caminhada pessoal por vezes eles encontram se para partilhar o seu amor da palavra e das ideas. eu sempre me perguntei o que faz e o que e o um escritor? basta apenas escrever? bem, isso e facil, ou sera mesmo?.
    
         Longe de mim pensar ser um "escritor" de alguma autoridade, mas estas questoes sempre se levantam sempre que escrevo seja que tema for, porque comeco por me perguntar, porque escrevo? ..Talvez tenha alguma coisa a dizer e isso e muito importante quando se escreve, porque escrever por escrever...temos receitas de colinaria e gastronomia que fazem isso na ausecia da transmicao oral.
       Mas nao me parece que faz alguem escritor dizer alguma coisa, que olha o futuro, reflecte o presente ou nostalgia o passado. A nivel pessoal a boa e importante escrita tem que ser Intemporal e Universal, abordando facotes e questoes que falam a todos nos agora ou no futuro...ou seja, a nossa Humanidade Comum. O que e a nossa humanidade comum? e tudo aqui que resta quando se pode de lado os factores culturais, cresncas religiosas e politicas, posicao economia, ou localizacao geografica ou era, o que resta e a nossa humanidade.
      
           Bem poderia falar longamente dos factores que fazem uma escrita ou um escritor, nesse asepcto temos os grandes e marcantes escritores de todos os tempos para nos indicar como se deve escrever e a essencia desta deve ser. Escrever e um processo de crescimento, tentavia e erro e constante reflexao por isso que encontrar quem faz da escrita hobbie ou profissao e tao importante.
         Foi a algum tempo que fui encontrado, mais do que encontrei a escritora e blogger Simone Guerra no facebook, mas foi o progecto que ela criou que me fascinou no sei blog http://paracruzaroatlantico.blogspot.com.br/ onde se comecaram a reunir escritores acima de tudo brasileiros e foi a convite dela que nao podia recusar esta oportunidade, porque e interesante e impressionante a quantidade de escritores que ha espalhado por uma nacao como o Brasil, a variedade das suas vozes, senciblidades, perspectivas.
        
         As grandes coisas comecam pequenas, e embora esta excelente idea de Simone Guerra de reunir escritores e blogers esteja a comecar, parece me que bem podera vir a tornar se "escola" de novos escritores da lusufonia, mais neste caso, brasileira. Todos nos que escrevemos temos percursos de escrita diferentes, influencias e sencibilidades mas e a possiblidade de sermos lidos por quem ama a escrita como nos, as ideas e as emocoes que as palavras levam que faz do blog Para Cruzar o Atlantico um espaco da elevacao da escrita e de quem tem amor e respeito por ela.