UM PORTUGUES EM VANCOUVER

Chamo me Tiago Ribeiro, e desde a 9 anos que imigrei para o Canada, mais precisamente, para uma das mais belas cidades do mundo de seu nome VANCOUVER.Aqui irei mostrar e reflectir, sobre esta bela cidade, Cultura e Culturas, a experiencia da imigracao, reflexoes pessoais e sobre Portugal e Canada, entre outros temas e questoes desta VIDA de Imigrante e do MUNDO que me rodeia.. ....VIVE SE ESCREVENDO E ESCREVE SE PARA VIVER...

Monday, November 13, 2006

Coral Harmonia: A Voz do Alenterjo

Quando vivi em Portugal um dia uma amiga minha levou me a conhecer um mestre, de seu nome Fernando Malao; ele disse me que buscavam vozes masculninas, visto serem estas a vozes algo que faltava ao Coro, de nome e reputacao, Harmonia. Depois de, um dia, fazer uns breves testes de voz fui dirigido ao Coro e logo colocado num "naipe", os baixos, e assim comecou a minha experiencia num dos mais acolhedores e amigaveis coros que alguma vez conheci.

Eu ja tinha antes pertencido a um coro nos meus dias de adolescente, mas a experiencia nao foi das mais gratificantes por razoes algumas fora do meu controle. Mas depois de arriscar nesta nova experiencia, tive a oportunidade de ver os "bastidores" da arte coral, o enorme trabalho que e feito na producao de um concerto, fazer amisades, e claro, viagar pelo meu pais.


E dificil para mim condensar tudo que aprendi e vi nos 6 anos que la andei, mas algo que sepre me fez pensar foi e e a capacidade do mestre Fernando Malao de cativar, ensinar e excitar um grupo de 40 pessoas a cantar cancoes ou partes destas. Pois sao precisas horas e horas, de pratica ate um simples trecho de musica de 2 minutos encaixar perfeitamente numa peca de 5 ou mais minutos, mas isso pouca gente sabe ou quer saber.
Um aspecto que sempre me atriu no Coro e e foi o facto de que os ensaios tem um caracter bem mais parecido ao convivio do que a um ensaio musical, na defenicao literal do termo, nestes, as pessoas falam, brincam umas com as outras e partilham o que de bom ou "menos-bom" ha nas suas existencias, o que cria no Coro um grande, e importante, espirito de Familia e Uniao.


Mas o que existe no Coro Harmonia algo que sempre me fascinou e que vai alem dos promemores musicais e do esforco dos seus elementos para os dominarem, que e a sua forca colectiva e de cada elemento de resistir a "tempestades" culturais e sociais que tantas vezes poem em risco a continuidade do Coro. E ja por muitas tempestades ja passaram e passam este grande Coro, porque se de um defeito Portugal de Norte a Sul sofre patologicamente, e a incapacidade e a ignorancia em relacao a certa ou a toda a Cultura.


E por mais que o Coro se esforce por se aproximar o seu reportorio do "mainstream" as pessoas continuam indiferentes a enorme influencia Cultural e Musical deste mesmo Coro. Uma coisa que adoro neste Coro ao qual pertenci e tambem a sua capacidade de arriscar a nivel musical. Um exemplo disto e a sua constante evolucao que se vai notando nos concertos de Natal, se nas outras epocas do ano o Coro mostra o seu reportorio fixo, no concerto de Natal o mestre Fernando Malao aproveita sempre para desafiar o Coro e as audiencias.


Sim, este Coro tem algo de desafio para todos, se o universo Coral e muito conservador, o Coral Harmonia e caracterisado por uma abertura e uma maneira de estar muito flexivel, aberta e amigavel que atrai todos e "assusta" algumas pessoas. Que me lembre de todos os coros que fiz, quando se faziam concertos com outros Coros, o Coral Harmonia era sempre o mais expontaneo e festivo, enquanto a grande maioria dos outros coros se fechavam, mas por vezes a festa comecava com ambos os coros. O Coral Harminia era e e sempre o primeiro que nos jantares depois dos concertos "abencoa" a mesa com uma ou varias modas alentejanas. E esta forma de estar e ser que faz o Coral Harmonia, um coral especial e um exemplo a seguir, parece-me.


Havia muito mais a dizer sobre este Coro, mas o que mostrei da para ver o impacto que este Coro e na sua regiao e que foi para mim. Uma coisa que e importante lembrar e que cabe a cada um de nos mostrar e partilhar a Cultura que tem, como o Coral Harmonia tao bem o faz, porque so assim podemos progredir e ficar mais "ricos".
E ha muitas formas de fazer isto, uma dessas formas e juntar se a um Coro, outras pode ser falar com pessoas de outras culturas, ou escrever num jornal ou blog... Pois tudo esta na partilha mais honesta e no respeito pelos outros, porque tudos aqueles que se fecham do mundo e dos outros "morrem", por isso te peco Partilha o que tens e o que Es/Sabes...



"O objectivo profundo do artista é dar mais do que aquilo que tem"
Valéry , Paul

1 Comments:

Blogger Sapinho said...

Com que então menino de coro? ;)

Abraço alentejano, emigrante!!

January 22, 2007 2:48 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home