UM PORTUGUES EM VANCOUVER

Chamo me Tiago Ribeiro, e desde a 9 anos que imigrei para o Canada, mais precisamente, para uma das mais belas cidades do mundo de seu nome VANCOUVER.Aqui irei mostrar e reflectir, sobre esta bela cidade, Cultura e Culturas, a experiencia da imigracao, reflexoes pessoais e sobre Portugal e Canada, entre outros temas e questoes desta VIDA de Imigrante e do MUNDO que me rodeia.. ....VIVE SE ESCREVENDO E ESCREVE SE PARA VIVER...

Thursday, August 18, 2011

Fado Tradicional: Mariza

Mariza e na minha opiniao umas grandes vozes nao so do fado portugues, mas da musica mundial de caracter nacional, como e nosso fado. Tendo a acomapanhado desde o inicio, desde os tempos do "fado curvo" ao "fado em mim" seus primeiros discos, foi com "transparente" e "terra" que Mariza abrio o fado alem fronteiras e dentro de si mesmo.

E e pela facto de Mariza concequir expandir o fado sem nunca deixar de ser fado que me atrai a ela, e se quando falo de fado a quem nao o conhece aqui no canada, e Mariza que tenho como referencia e ponto de inicio da exploracao sobre essa grande riqueza que e o fado.

Mariza no canada atrai pessoas de  multiplas culturas  como sao provas os 2 concertos que assisti dela, e se isso e prova do seu poder de fadista e do nosso fado, nao sei o que sera. Mas o que acontece que os apreciadores de fado mais tradicional obviamente gostam que ela cante musicas mais dentro do tradicional, mas verdade seja dita que nada pode comparar o entusiasmo com que Mariza foi aplaudida no seu espectaculo ao dar a conhecer o album "transparente", um dos mais albums "alem fronteiras " de Mariza.

Com "fado tradicional" Mariza volta as raizes, fazendo uma doce, melodica e emocional voltar as raizes e a alma do fado familiar a todos os portugueses; mas nao pensemos que a alma do fado nos pertence, pois a sua grande riqueza e a sua capacidade de tocar todos que a ouvem...chineses, japoneses, africanos..todos sentem o que nos sentimos quando se cante o fado, logo porque sera ele so nosso?

Voltar as raizes parece ter refrescado Mariza, nao que viajar musicamente com o fado pelo mundo, cos os anteriores cd's nao tenham dado outra dimencao a voz e ao fado de Mariza, so que voltar as ruas de Lisboa e nivel mais vocal e sonoro, e aos sentimentos mais puros do fado, deu lhe a capacidade de voltar a tocar a todos nos, que nao a acompalharam na sua viagem alem mar, feita com os anteriores albums.

E sem duvida um prazer ouvir Mariza e os seus fados mais populares, sem esquecer a forma como ela da dimensao sonora as musicas mais simples e beleza cheia de alma portuguesa em cada musica, sem duvida um cd a ter por todos que a tem acompalhado ou que querem ouvir uma fado mais "portugues"  sem as "experiencias", digamos, que ela fez anteriormente.

Sem duvida o fado tem que se expandir e explorar outros territorios, e sem duvida isso fara os mais puritanos mais medrosos de ouvir o que isto dara, mas o fado sendo algo que damos ao mundo e que e conhecido e partilhado por todos que o ouvem, seja onde for, ele sempre pertenceu ao mundo, assim como a alma portuguesa.

E importante discutir o que e o fado e a alma portuguesa, porque nos tempos que correm reflectir sobre quem somos e as coisas boas que temos so nos  fara mais fortes e capases de enfrentar o futuro, logo que a dicussao comece...e nada como o fazer ao som da nossa magnifica e sempre interesante Mariza.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home