UM PORTUGUES EM VANCOUVER

Chamo me Tiago Ribeiro, e desde a 9 anos que imigrei para o Canada, mais precisamente, para uma das mais belas cidades do mundo de seu nome VANCOUVER.Aqui irei mostrar e reflectir, sobre esta bela cidade, Cultura e Culturas, a experiencia da imigracao, reflexoes pessoais e sobre Portugal e Canada, entre outros temas e questoes desta VIDA de Imigrante e do MUNDO que me rodeia.. ....VIVE SE ESCREVENDO E ESCREVE SE PARA VIVER...

Monday, January 30, 2012

"Monsieur Lazhar"

Este ano Canada vai estar presente nos Oscares com "Monsieur Lazhar" um filme passado na escola e a forma como um professor pode ter impacto na vida das criancas, quando esse mesmo professor nao deixa de ter o seu passado.

Parece me ser sem duvida um filme sobre a importancia da educacao e a forma como ate os professores alem de ensinarem trazem sempre muito da sua experiencia pessoal para as aulas, pois ir a escola nao e so apender materia, pode se tambem aprender grandes licoes de vida que ficam para sempre. Um filme que reflecte temas de grande importancia e que sem duvida abre espaco para ser discutido por que o ve, sobre o papel da educacao, dos professores e dos proprios alunos.




Sunday, January 29, 2012

Vancouver Rogues Galarie

Criminosos sempre hoveram, desde que existicem coisas para serem cubicadas e roubadas, obviamente haveria e ha sempre alguem que as queira nem sempre pelas formas mais legais. E isto nao e menos verdade quando Vancouver ainda era uma pequena cidade portuaria e foi como forma de reflectir sobre os tempos passados que 2 artistas canadianos http://www.cajecreative.com/about depois de explorar os arquivos de Vancouver decidiram expor as fotos de antigos  pequenos criminosos de Vancouver, recuando ate aos tempos de 1899.

Ja nessa altura Vancouver era multi cultural e e interesante ver as formas como pessoas de diferentes culturas eram julgados de acordo com os robos que cometeram. Os tempos podem ter mudado e a justica tambem, mas o crime esse permanece, so que ha varios factores sociais e culturais que e interesante reflectir em relacao a esses actos, tocando profundamente na forma como uma sociedade e os individous nela interagem e se nela ha justica e se esta e aplicada efectivamente.

Sociadades sao organismo que vivem em constante mutacao mas cabe nos a nos sermos responsaveis pelo mundo em que vivemos. Claro que ha aqueles em que a nessecidade fala mais alto e leva como consequencia ao crime, mas no entanto nao seremos nos responsaveis por o individou ter feito tal escolha? O tema bem pode parecer simples. "um crime e feito logo deve ser castigado", no entanto se pararmos para pensar e isto que esta exposicao publica permite, ha mais nos crimes que e permitido ver a primeira vista.

Nao ha regras douradas de como ser rico ou de como fazer uma sociedade sem crimes, o que apenas podemos fazer e contribuir responsavelmente para a tornar mos melhor e dentro do possivel para com que as nossas vidas possam influenciar positivamente a vida dos outros que sem nos seriam diferentes. Basta sermos humanos como somos e termos desejos e nessecidades nao correspondidas para escolhermos o  caminho do crime e bom nunca esquecer, que todos o podes mos o fazer, e e tao simples nao e?, e talvez se aceitarmos o facto que ate nos podemos fazer tal acto de desespero,  possivelmente isso traga mais compriencao e humanidade a estas fotos e outra perspectiva sobre aqueles que a sociedade ve como parasitas sociais....fica a reflexao.

Friday, January 27, 2012

Robson Street

A baixa de Vancouver tem quatro ruas principais, que para quem vier visitar ou morar em Vancouver sugiro uma visita, pois e la que esta a "vida" de Vancouver, do seu lado comercial, social e ate mesmo mais politico. Essas ruas sao, Robson, Denman, Grandville e Davie, falando brevemente sobre elas, Davie http://www.daviestreet.com/ e conhecida como a rua da comunidade gay e lesbica e onde existe e se publica um popular jornal com essa orientacao e nao esquecendo claro existem tambem alguns clubes que atraem muita gente.

Grandville e onde e juventude anda, existindo aqui tambem fartura de bares, com um espirito mais juvenil e onde se encontra a alma economica de Vancouver. Denman e a rua que liga o famoso Stanley Park http://vancouver.ca/parks/parks/stanley/ e uma zona que ferve de vida nos temos de verao e primavera, sem duvida um sitio a visitar para conhecer o lado mais alegre de Vancouver que no verao na minha opiniao se torna mais festivo e alegre.

A Robson http://robsonstreet.ca/ street e  como a publicidade lhe chama a passarelle de Vancouver, onde lojas de calibre internacional fazem negocio, as outras ruas podem nao ter muita gente anualmente, mas ha sempre duas ruas que sempre atraem grande parte da populacao, essas ruas sao  a Grandville e a Robson, e visto que a marioria da populacao de Vancouver ser femenina, Robson e muito frequentado por este grupo etario.  E para os curiosos em experimentar comida com uma "canadian vibe" nada do que ir ao super popular cadeia de restaurantes Red Robin http://www.redrobin.com/, conhecido pelas suas hamburgers  e continua oferta de batatas fritas e bebidas.

Nas ruas principais pode se achar como em todas as grandes metropoles comida de varias parte do mundo, sendo obviamente a mais barata a asiatica, especificiamente a japonesa que atrae pela qualidade e pela rapidez com que e servida. Noutra rua, na Denmen existe um restaurante que gosto bastante chines  http://www.legendarynoodle.ca/onde a messa e  feita a frente do cliente e o servico e a comida e do melhor, sem esquecer a atmosfera que faz sentir alguma exclusividade. Um restaurante sem duvida a ser conhecido, minha sugestao.

As ruas de Vancouver estao cheias de riquesas culturais de varios cantos do mundo e obviamente eu nao os conheco todos, mas e ai que riside a magia desta cidade onde ha sempre muito a ser explorado e conhecido e por mais que vivamos ca ha sempre mais a ser conhecido em lugares que anteriomente achamos que ja vimos tudo. Vancouver e uma cidade a ser explorada e experimentada, so assim se podera aproveitar tudo que ela tem para oferecer, mas nao sei se exlora la sem mapa seja boa idea, mas nem por isso deixe de explorar o que ja acha que conhece, no seu pais...ou se vier a Vancouver, esta grande cidade.

Tuesday, January 24, 2012

Nickleback e Vancouver

Nickleback como todos sabem e uma banda de origem canadiana, e isso e bem visivel no seu ultimo album que mostra um icone da cidade de Vancouver, o relogio a vapor da zona historica e mais antiga de Vancouver, Gastown http://www.gastown.org/. Tendo este sido construido em 1977, este e o unico relogio a vapor do mundo, tocando musica a determinadas horas, sem duvida algo a ver visto, lembrado tal eventos tempos passados onde o relogio era o centro do desenvolvimento social e comunitario.

Vir e a Vancouver e nao ir a Gastown e como ir a Roma e nao ir ao Vaticano, Vancouver comecou em Gastown e Vancouver  podia ate tido exactamente esse nome, nao tivesse escolhido chamar Vancouver o nome de um capitao ingles, George Vancouver http://www.vancouvermaritimemuseum.com/page211.htm , que andou por estes lados na altura em que os ingleses primeiro se estabeleceram nesta zona, nos tempos em que o iconico Captain Cook fazia as suas espedicoes.

Suzana da Camara and Company of Men - Ted Woloshyn Show

Suzana da Camara http://suzanadacamara.com/news.php e um dos grande talenos de descendencia portugesa que infelizmente nao e muito conhecido por terras portuguesas. Com uma voz e acompalhado de uma sonoridade que lembras os anos 20 e os cabares e com excelente escrita musical...

De descendencia acoriana, e de facto magnifico a qualidade e profundidade emocional da sua musica. Aqui vos deixo um video e se gostarem, espalhem a mensagem e deem a conhecer esta bela voz que embora nao cante em portugues nao deixa rica, bela e intemporal.

Suzana da Camara e o tesouro musical ainda desconhecido em terras lusofonas, de a conhecer esta fabolosa artista, obrigado a si que me le.

Monday, January 23, 2012

Ballad of Crowfoot

Muitos leitores deve se questionar que aconteceu aos indios canadianos, pois bem, foram excluidos, mal tratados assemilados a forca e depois de terrem a sua cultura quase aniquilada, hoje renascem culturalmente numa comunidade "desfuncional".

Este decumentario musical, mostra bem na suas letras e melodias porque passaram os indios canadianos, e acho quee facil perceber o resultado de que daqui veio, depois de tantos anos de lutas e sofrimentos das varias tribos, sendo este decumentario mais centrado nos indios, ou "primeiras nacoes", como sao chamados aqui no Canada. Espero que gostem, so 10 minutos.