UM PORTUGUES EM VANCOUVER

Chamo me Tiago Ribeiro, e desde a 9 anos que imigrei para o Canada, mais precisamente, para uma das mais belas cidades do mundo de seu nome VANCOUVER.Aqui irei mostrar e reflectir, sobre esta bela cidade, Cultura e Culturas, a experiencia da imigracao, reflexoes pessoais e sobre Portugal e Canada, entre outros temas e questoes desta VIDA de Imigrante e do MUNDO que me rodeia.. ....VIVE SE ESCREVENDO E ESCREVE SE PARA VIVER...

Sunday, February 21, 2010

Ironia dos Jogos


Ha uma coisa que reparei recentemente em relacao aos jogos olimpicos e nao e o facto de os canadianos nao estarem a ganhar mais medalhas de ouro como deviam, mas sim o facto de ser nesta altura em que Vancouver acolhe mais pessoas do que alguma vez pode acolher, que surge um inesperado interese na cultura dos indios, porque inesperada? porque em temporadas mais normais e menos olimpicas, a cultura india esta nas suas pequenas exposicoes e galerias e dava a conhecer a sua cultura a pequena minoria intresada nesta.



Agora com os jogos as coisas mudaram de forma irreconhecivel, ha exposicoes de varios tipos sobre a cultura india e parece que so agora os indios como li no jornal a dias que so atraves da sua arte se podem tornar independentes e livres da cultura branca que os sempre oprimio. Mas a ironia nao termina ai, enquanto os indios ou first nations (primeiras nacoes) dao a conhecer a sua experiencia e cultura a grande vastidao de europeus que invadiram vancouver ha outros que condenam o facto de os jogos acontecerem, mas esses ate agora nao deram sinal pelo que sei.



Os jogos sao optimos para vancouver verdade seja dita e e sempre bom relembrar a beleza de viver aqui e de tudo que este pais tem para oferecer, sendo maiior parte adquirida atravez de esforco, no entanto e preciso nao esquecer que nem tudo sao rosas..e mais outra tristye ironia dos jogos e o facto de os mendigos e pobres que vivem na parte menos feliz de vancover em vez de lhe fazerem "casas a serio" e sem esquecer os milhoes investidos nos jogos, preferiram polos em tendas, e algo bastante infeliz...mas sao os jogos, talvez este seja o preco das medalhas de ouro que se tentam conquistar, sabe se la.

Sunday, February 14, 2010

Os Olimpicos


Os jogos chegaram, finalmente e acho que por muito bom que eles sejam nao vemos a hora de se irem embora, tanta gente tanta confusao, puxa a vida. Tanto dinheiro investido nestes e no entanto e um pouco dificl ver bem onde ele foi gasto, talvez na aldeia olimpica, ou nos estadios.




Muitos se perguntam o que sera de vancouver depois dos jogos, bem teremos de pagar isto tudo muitos dizem no jornal, e e verdade. Viver numa cidade em que se realizam os Olimpicos e multiplicar as pessoas que ca estao por 100 e isso da uma enorme comfusao e claro bem que o presidente da camada ca quer "vender" vancouver para o estrangeiro, mas com esta enormidade de gente a meter em tudo que e canadiano, museus, bares, praias e tudo mais belo que existe nesta magnifica terra....digamos que o encanto se reduz bastante, dependendo do numero de pessoas que esta a desfrotar do mesmo que nos estamos, bastantes, logo vender o sonho canadiano torna se relativo como da para ver.



E depois certo negocios prosperam quado outros devidos a limitacoes que os olimpicos criam causam, e ja li no jornal que certa gelataria viu em maus lencoes deivido a estas limitacoes..e sim canadianos comem gelados tambem no inverno, aquece o espirito. E depois ha a chama que esta num lugar publico para toda a gente ver, curiopsamente esta protegido por uma rede e a varios metros de distancia, logo quem queira ver nao pode devido a esta, que boas recordacoes terao quem nos visita desta nosssa tocha olimpica.




Sem duvida os jogos olimpicos merecem umas palavras, mas por mais que tenha orgulho em viver no canada e nesta magnifica cidade, acho que um pouco de cinismo, mesmo o do portgues e ate canadiano, nunca fica mal, claro que e bom estar aqui a presenciar os jogos olimpicos que durarao 2 semanas, mas como todos sabemos, por mais boas que sejam as coisas, trazem sempre consigo alguns previsiveis disabores, as coisas sabem sempre melhor com um pouco de sal, ate ficam mais doces...e nao e preciso ser pasteleiro para o verificar..

Tuesday, February 09, 2010

Um momento...e o mundo muda


Tudo sao momentos nesta vida, nao e constante e ate a permanente impermanencia vive da sua constante recontruccao...nada fica, tudo vai e gracas a deus e impossivel de fugir a este facto.

Precisa se de mais momentos de claridade nesta Vida, momentos que nos transformem, que nos fassam melhores..muitos podem dizer "eu ja tenho o que preciso, sou feliz assim", ok, e agora? vamos para, e aproveitar o que existe? ate a propria feliciadade seja ela qual for, ate essa um dia se transformara, tomara outra forma...nao deixara de ser felecidade, somente mudara de forma, sera que isso nos fara infelizes? talvez, se com a mudanca e transformacao da felecidade que vemos garantida, na sua impermanencia, mudarmos tambem...nao sera?



E os momentos...fluem, nunca presos que nada que ponhamos a sua frente, nada para a fuidez dos efeitos das coisas que nos rodeiam e que nos influenciam e vice versa, NADA MESMO, mas isso ja todos sabemos nao e? e tao obvio tao normal, mas e nos pequenos momentos da nossa vida em que temos momentos de lucidez que nos chegam a assutar, nada compra esses momentos pela forma como nos transformam e engradecem a nivel Humano...nada mesmo supera os, sao pequenas doces de feliz paz de espirito, minusculos tesouros que os deuses nos dao....por breves momentos, estamos no topo do Mundo...basta que fiquemos lucidos, que isso aconteca..



Vir para o Canada acho que me permitiu que me turna se mais lucido da pessoa que sou, embora haja ainda muito para descobir, sim o Canada e a experiencia faz muitas vezes que nos tenhamos de enfrentar, claro que ninguem quando fala na experiencia da imigracao fala das experiencias interiores, e se o faz falo em poucas palavras e bem resumidas, nao ha grandesa, ou julgamos muitos de nos na descoberta pessoal que vivier noutro pais oferece, antes, direcciona a que acontecam...



Ser imigrante e um caminho de 2 direcoes, ou se avanca ou se para e desiste, jamais se pode ficar paradoe o que se passa exteriormente marca o que nos vais dentro, na nossa mente e espiritos, jamais ficamos estacticos, bem ha sempre aqueles que preferem o conforto da companhia e dos valores do pais a milhares de milhas de distancia, obviamente, mas eu pergunto me e embora percebendo bem essas pessoas, porque voltar ao pais, metaforicamente, estando nos fora deste? saudades, nostalgia, tudo bem....pessoalmente acho que tomar tal accoes em muito reduz a nossa perspectiva em relacao ao mundo em que estamos no estrangeiro, um vasto, complexo, mundo novo nos espera....mas talvez seja eu que sou bastante liberal, sei la.



Voltemos ao mundo interior, pois ainda falta fazem se cancoes livros biografias, e toda a forma de arte sobre e imigracao em que a vemos atraves dos olhos da alma, das suas descobertas e desafios e obstaculos constantes, ainda nao vi tal e se alguem conhecer um bom exemplo disto terei todo o gosto em conhecer, mas que eu saiba nao existe.



Ninguem quer falar da depressao de nao falar a lingua, de nao compreender os habitos de quem nos rodeia no extrangeiro, dos maus habitos dos de ca nasceram muitas vezes racistas e dos efeitos nas nossas emocoes e mente, e isto nao e me acontece na vida real garanto vos e nem nunca me aconteceu, no entanto nao nego que ja tenha acontecedio em tempos idos e mesmo presentes...imagina se o imigrante rico, qual heroi que se superou a si mesmo e que foi muito alem do que os que ficaram na terra, assim se pensa sobre o imigrante, infelizmente sao poucos que se tornam grandes e nao tem cicratizes emocionais das "guerras" lutadas.



Talvez seja altura de apredermos a ver o imigrante de outra forma, podemos por comecarmos por velo de dentro para fora, porque ja esta um pouco gasto e e algo superficial vermo lo constantemente pela forma como e exteriormente, porque se o assim fizermos, estaremos a perder muitas das complexidades e "niveis" pessoais, psicologicos e emocionais da vasta e sempre desafiadora experiencia da imigracao....

Wednesday, February 03, 2010

Veneracao: Futebol (Portugal)

Hoje puz me a ver um jogo de fotebol na RTP internacional nao sei quem eram as equipas mas acho que era o Sporting de Braga e mais outra, mas no entanto nao foram as equipas e quem jogava e como jogavam que mais me chamou a atencao, mas sim a forma como agiam e se comportavam, as expressoas faciais e corporais, o mundo estava lhe nas maos, antes nos pes.



Ver um jogo de fotebol portgues dentro ou fora de Portugal e uma pratica quase religiosa, acredito mesmo que a a igreja perde muitos pontos em comparacao com a igreja. Chegaram a filmar as bancadas onde socios se ruiam e estavam em total tencao psicologica ao ver ao desenrolar do jogo, qual extase religioso pronto a acontecer.


E claro os treinadores estavam em destaque, quais profetas e messais do jogo, onde cada gesto tem mil significados e o grito dos treinadores adjuntos gritava o espirito e a mente desse mesmo treinador. Fotebol e um jogo interesante descobri eu nos seus pequenos promenores, nao falo na glorificacao da masculinidade onde cada jogador mostra a sua Alfa-malilidade, nao isso e obvio demais, mas na atencao e nas emocoes que brotam a cada minuto.


O Deus do fotebol e a bola, ali vive o centro do Cosmus onde cada queda de um jogador esta perto de um sacrificio pessoal em nome da equipa, ou da glorificacao pessoal....cada um dedice por si.

E e de facto perturbador haver em Portugal uma tao grande devocao pelo fotebol, e embora no Canada se ame o Hockey com semelhante intencidade, esta longe ao que me parece de criar prefundos conflitos e divisoes como cria em Portugal, aqui por mais divicoes que exista em relacao a sempre imprevisivel logica do jogo, nao falta civilidade e livre expressao de opiniao.


E tambem nao percebo como num pais como Portugal com tantas dificuldades e nem falo no defice monumental de 9,3% de varias crises politicas, ineficiencia dos hospitais, trafico de influencias e todo outro montao de desgracas, ainda se vive e se sofre tanto com o fotebol? ok eu percebo, e um escape e entredimento, sera que e?


Se fosse isso, nao haviriam tantos devotos que dao a alma e o que for nessecario, murros se for preciso, pela sua equipa...logo talvez o que devia ser divercao, de uma forma natutal claro, se tenha tornado numa cega e colossal obecesao nacional, sera que foi isso que aconteceu?


Se ha coisa sobre a qual nao se pode grazer graca em Portugal, ou talvez 3, Religiao, Politica e Fotebol, pode se fazer umas gracolas sobre a politica, essa e facil, sobre a religiao, e preciso ter alguma subtilesa para nao ferir sencibilidades, e fotebol que devia ser um jogo para nos fazer sair do pesado quotidiano, tem a mesma relevancia...estranho, ou sera que estou a ver mal as coisas?



Portugal nao avanca nem avancara com fotebol em muito menos com a religiao, ja chega as mentalidades serem por si naturalmente fechadas, basta tocar na homosexualidade para ver gente a arranjar desculpas para ir ao ``wc``, ja temos soficiente concervadorismo em Portugal, ou sera que o fotebol e tambem uma expressao desse concervadorismo, pergunto, sera...nao sei..


Eu nao me acho dono de Verdade alguma, muito menos a fotobolistica ou religiosa ou qualquer outra invencao ou ``ilusao humana``, eu apenas Vivo... mas no entanto, gosto de levantar questoes, porque ha muito que nao percebo.



Outra questao em relacao ao fotebol e a sociedade portguesa e como se podem mover tanta gente para ir ver fotebol e haver uma tao grande paixao no jogo e no entanto faltar tanta paixao e conviccao para mudar e endireitar Portugal, nao percebo...se tivesemos a conviccao profunda de querer mudar o pais onde estamos da mesma forma que queremos que a nossa equipa ganhe, acho que Portugal seria ligeiramente diferente...



Sera que o fotebol e a unica coisa que demonstra a falta de emocoes profundas de nos unam e motivem, porque sera que so ele nos "une"?....se for esse o caso, sera que somos um povo dormente e inapto para lutar por o que mais nos devia importar, Avancar e Evoluir, que preferimos o comodismo do fotebol?


``Um jogo e apenas um Jogo`` muitos podem dizer, mas nao em Portugal, um jogo e algo que explica e da significado a vida dos seus expectadores, quando o jogo acaba, volta tudo a chata e costosa existencia que todos sabemos e isso custa nao custa. Em Portugal fotebol e o centro da sociedade, de certa forma, nele se reunem intereses e muita atencao mediadica, sera que e preciso tanta atencao?
E que tal pensar um pouco sobre Cultura? nunca se fala de cultura, a cultura e o filho nao desejado de Portugal, nao se sabe que fazer com ela nem como a dar a conhecer aos proprios cidadaos de forma interesante, em vez disso, ama se cegamente o fotebol....nao estara algo errado aqui??


Eu tambem tenho os meus escapes, livros, filmes...no entanto nao me torno violento na sua ausencia ou critica, talvez o que falte em Portugal e uma forma de ver e estar no fotebol de forma Saudavel, mas num pais onde tudo esta tao `doente`` da politica, aos hospitais, a economia e tudo o resto...o fotebol nao passa de um reflexo e desculpa para a ``dor`` de tudo o resto, parece me.