UM PORTUGUES EM VANCOUVER

Chamo me Tiago Ribeiro, e desde a 9 anos que imigrei para o Canada, mais precisamente, para uma das mais belas cidades do mundo de seu nome VANCOUVER.Aqui irei mostrar e reflectir, sobre esta bela cidade, Cultura e Culturas, a experiencia da imigracao, reflexoes pessoais e sobre Portugal e Canada, entre outros temas e questoes desta VIDA de Imigrante e do MUNDO que me rodeia.. ....VIVE SE ESCREVENDO E ESCREVE SE PARA VIVER...

Thursday, March 20, 2014

Star Wars chega a Vancouver

              A poucos dias a Industrial Light ansd Magic http://www.ilm.com/ produtora do Star Wars foi aberta em Vancouver, depois do que bem se lembram ter sido vendido a Dizney por uma fortuna pelas maos do seu criador. Vancouver e uma cidade onde empresas tecnlogicas http://www.biv.com/article/20130507/BIV050103/130509961/-1/BIV/top-100-tech-companies-in-bc-in-2013 que produzem jogos e trabalham na area cinematografica fervem criativamente e vir para esta cidade e no panorama tecnico e fianceiro uma excelente idea.
 
           E sem esquecer que muita ficcao cientifica aqui se produz, de SmallVille, Fringe, Continum, aos Ficheiros Secretos Vancouver sempre foi personagem onde mundos ficticios ganharam vida, talvez pela sua atmosfera, ou talvez mesmo por ter tudo aqui de florestas, jardins, montanhas e uma belissima beleza natural onde quer que se va aqui.
           De facto muito do futuro parece passar por Vancouver nao so em ficcao mas na sua concretizacao devido a grande variedade de tecnologia e software http://www.hitechbc.com/ aqui desenvolvivo e em muitos aspectos Vancouver e ou tenta ser uma cidade do futuro, claro que carros ainda nao voam aqui, mas a nivel ecologico e social a experiencia canadiana tem dando os seus saltos para o futuro. Mais que a tecnolgia uma das grandes riquesas de Vancouver e a grande variedade cultural e enquanto por vezes nos paises de origem de alguns cidadaos existem conflictos culturais e historicos no Canada existe o constante esforco por hamonia e dialogo entre nacoes...tentar viver por um ideal ( pessoal ou social) e melhor do nao ter ideal algum que alcancar!!
 
            Como fan do Star Wars, ou antes de ficcao cientifica e com algum orgulho que sei que e na cidade onde vivo que historias novas estao a ser criadas para esse mundo sempre em expancao. Por mais ficcao seja ficticia, fora a retundancia ela tem muitas vezes a capacidade de unir e conglumerar pessoas que de outra forma seria impossivel e as historias, semi mitoligicas, que estas abordam e narram tem sempre a capacidade de tocar no que de mais essencialmente humano ha em todos nos, logo a boa e seria ficcao vai sempre a raiz daquilo que nos a todos familiar.
           E talvez a ficcao nos ensine a varios niveis, que a capacidade de imaginar, criar, explorar sao em si uns dos maiores capacidades que podemos ter, colectivamente e individualmente..e por vezes critica se quem sonhar acordado por, pensarmos nos, viver num mundo de fantasia, mas e assim a mente criativa...logo quem somos nos para criticar?....pouco podem dizer quem nao imagina ou sonha, daqueles que o fazem natruralmente!!
 
DEIXEM A IMAGINACAO CRIAR REALIDADES

 

Monday, March 17, 2014

Capitao Canuck: O SuperHeroi do Canada

        A America e conhecida pelo seu panteao de herois de banda desenhada, do Super Homem, curiosamtente com ligacao ao Canada atravez de um dos seus criadores, Homem Aranha, Caputao America, Batman que de forma tao clara reprensentam a America nos seus sonhos e pesadelos e de forma indirecta mostram as ambiguidades morais deste pais.
                                 Claro Canada tambem tem o Super Heroi, Capitao Canuck http://www.pulpanddagger.com/captaincanuck/cc.htmlespalhando pelo mundo os valores e claro os ideiais canadianos a mixtura com muita aventura e heroismo. Tendo nascido nos anos 70 tras consigo um pouco do idealismo de decadas atras para os tempos modernos, e tendo sido re-inventado com um novo traje mais hip, porque se herois nao se adaptam aos tempos modernos, certamente sao esquecidos e nao ha nada pior que o esquecimento...isso mata qualquer super heroi, ate os mais mortais!!           
               Capitao Canuck desde sempre troce consigo um culto porque se a America tem o Capitao America em todo o seu machismo, nada como o Canuck relax e sofisticado, e com algum humor, do Canada para contrabalancar a tensao machista e hiper nacionalista americana. Mas acho que nada como mostrar alguns curtos episodeos do Capitao Canuck para verem que do Canada tambem vem heroismo... ENJOY
                   E sempre interesante ver como heróis fictícios podem criar sentimentos de verdadeiras emoções de nacionalismo e Capitão Canuck teve direito a primeira página em alguns jornais. E e interesante pensar e reflectir nos superherois nas várias dimensões sociológicas e históricas que eles tocam nas suas narrativas e características individuais...

Friday, March 14, 2014

A Questao do Quebec

                                                                                       Falar do Canada sem falar do Quebec http://faculty.marianopolis.edu/c.belanger/quebechistory/encyclopedia/QuebecProvinceof.htm e impossivel, de facto existem 2 Canadas, um a Atlantico, que fala e valorisa a cultura francesa na sua independencia e expressao, e o Canada do lado do Pacifico, orgulhosamente inglesa, nos habitos e comportamentos. Ambos os Canadas vivem cada um aceitando a existencia um do outro ao mesmo tempo que sendo indiferentes um ao outro.
         
       O Quebec fez em 1980 um referendum e houveram varios, um destes incluindo a igualdade do frances em relacao ao ingles e embora esta provincia seja pequena existe em cima uma constante vontade de afirmacao como se o resto do Canada a nivel politico, social ou cultural a fosse esquecer, muitas vezes desnessecariamente, pois todo o Canada esta bem ciente do poder desta provincia.
         
        E um tema complexo com muitas ramificacoes ao passado e que sempre marca o Canada a nivel politico mais do que a qualquer outro nivel. Para compriender o Quebec deixo aqui uns documentarios que acho ajudaram a perceber esta provincia que tanto de afirma pela independicia e pela firme francofonia cultural e politica.
 

Wednesday, March 12, 2014

Recordando Jose Hermano Saraiva

                                                                                                                           Jose Hermano Saraiva http://www.citi.pt/cultura/historia_cultura/a_j_saraiva/biografia.html foi um dos mais mediacos historiadores portugueses, muitos da minha geracao nunca tiveram o minimo interese neste historiador tao importante, no entanto foi atraves dele que muitos aprenderam sobre a vasta e complexa historia portuguesa http://www.historiadeportugal.info/. Tendo sido professor a forma como mostrava a historia era sempre muito erudita e buscando sempre interesar o tele espectador pela relevancia do passado e a sua ligacao ao presente.
           Jose Hermano Saraiva foi para mim alguem que me fazia bucejar quando era mais jovem so que com a idade foi me apertecebendo do enorme conhecimento que este tinha da nossa historia e acho que e um historiador que nos vamos habituando a forma como nos apresenta a historia. Mas ele mesmo fez parte da historia quando fez parte do governo de Antonio de Oliveira Salazar, dictador que governou Portugal  durante 50 anos.
            E ironico que um historiador faca parte da nossa Historia, ainda mais atravez dos media  na forma de perceber a nossa historia como ele fez, no entanto e sempre bom e importante lembrar tao importante individualidade. Jose Hermano Saraiva nao so nos lembra o melhor do passado, nos seus dramas e derrotas, mas tambem no que podemos e ser melhor no presente e para o futuro, porque talvez o historiador nao lhe cabe lembrar a importancia do passado, mas a responsabilidade do presente e a construcao constante de um futuro possivel a todos nos que fazemos Historia.
 




http://www.historiaportugal.com/

Tuesday, March 11, 2014

CANADIANOS (GRAFICAMENTE FALANDO)

 

Monday, March 10, 2014

A Reconciliacao

      A vida tem o habito de por vezes nos ensinar licoes das formas mais inesperadas, claro que este viagem a que chamamos vida esta longe de ter ordem ou bussula, mas por vezes acontece que ela mesmo na falta de harmonia interna, busca a sua propria resulucao. E tudo tem sempre uma resolucao na vida, mesmo que assim nao o pareca ou essa seja algo irrosuluvel a primeira vista, mas ha sempre alguma conclusao que nao e como nos filmes de certeza, sempre, bem real.
       Quantos de nos nunca desejamos voltar atras? currigir erros incorrigiveis? as vezes a vida da nos essas oportunidades, noutros casos....perdao e impossivel. Para contar o porque desta recente resolucao entre mim e este amigo meu, primeiro tenho de voltar atras e comecar do comeco. Anos atras pertenci a um grupo budista e acredito ter partilhado muitas das experiencias que tive la e de como foi a separacao desse grupo. Durante esse tempo obviamente fiz amisades, umas mais proximas e honestas que outras, e claro umas desenvolveram se mais que outras. como todas as relacaoes.
 
     So que relacoes e crencas por vezes passam por momentos de crise e foi quando a depressao me atacou que finalmente pude ver directamente ate que ponto estas sobrevivem a nuvem negra desta emocao. E obvimante, neste caso nem as relacoes nem a crenca nem as relacoes sobreviveram, ambas estavam demasiado interligada ao ponto que numa via a outra e foi com alguma agrecividade verbal que me libertei de ambas
    Mas por mais mas que certas experiencias sejam, algumas deixam marcas, e algumas dessas deram se com o Ken, jovem com quem comecei a descobrir coisas comuns diferente do que acontecia no resto do grupo. Somos de culturas diferentes, mas da mesma geracao assim como com experiencias de vida igualmente opostas, no entanto houve sempre uma grande facilidade em partilhar e discutir ideas e experiencias.
     Ken ajudou me com o curriculum, com o voluntariado, sendo nascido e criado no Canada mas de origem japonesa. Amigos podem ser faceis de fazer, mas os serios essses sao poucos que aparedem, os outros..leva os o tempo e a memoria. Durante o tempo que nao falamos depois da grande discussao onde se trocou ofencas, mais da minha parte que da dele, varias vezes ele me veio a mente...

      E bom lembrar que fazer amigos no Canada e algo diferente dos paises latinos, aqui as coisas levam tempo a dubrar, talvez pelas diferencas culturais, pelos obstaculos que todos enfrentamos, talvez ate pelo clima, mas fazer amigos aqui e sempre demorado e canadianos sao tao "dados" como nos latinos. E claro sem este grupo que ia com frequencia comecei a pensar nas minhas escolhas..nao pensamos todos nos, quando nos sentimos presos, limitados??
       Depois de muito pensar e de partilhar a minha experiencia com um amigo que me foi sugerido que escrevese ao Ken, mas demorou tempo, muito tempo mesmo. Ninguem quer ser regeitado parece me, ja basta sentir que irrei no meu caminho religioso, agora cair novamente seria demais.
        Mas as vezes tem de se arriscar, respirar fundo e avancar, depois de varios meses avancei e com surpresa minha foi aceite um novo comeco entre mim e o Ken. Muitos de nos nao tomam estes riscos emocionais, de facto, muitos nem aceitam, e refirindo me aos homens, dar sinais de fraqueza..mas talvez mostrar fraqueza seja preciso muita forca e coragem, mais do que se pensa!!

      Perdoar nem sempre e facil, e e sempre doloroso em certas alturas, sendo sempre nessecario porque acima de tudo temos que nos perdoar a nos mesmos. Podia se ate perguntar qual e o verdadeiro acto de coragem, permanecer com a dor ou liberta la e trazer alguma paz com o perdao? E fascinante como estas coisas da vida no influenciam e moldam tanto e como muitos preferecem passar pela vida e pelas dores como se elas nao tivecem importancia...mas a nivel pessoal, isso para mim seria irresponsavel e custaria muito mais...

     Sei que estaa historia pessoal podia e acho que caiu para o sentimental, no entanto e dificil conta la de forma neutra e distante quando e algo tao pessoal e directo. Nao sei que licao pode o leitor tirar daqui, desde conflicto e re encontro nao so inter cultural mas entre amigos que se admiram, mas de certo havera aqui alguma licao ou moralidade em algum lado. Nao sao precisos grande actos para se ser grande.. os pequenos actos da vida, por vezes sao os mais importantes, pois na pequenes destes existe sempre alguma grandesa..