UM PORTUGUES EM VANCOUVER

Chamo me Tiago Ribeiro, e desde a 9 anos que imigrei para o Canada, mais precisamente, para uma das mais belas cidades do mundo de seu nome VANCOUVER.Aqui irei mostrar e reflectir, sobre esta bela cidade, Cultura e Culturas, a experiencia da imigracao, reflexoes pessoais e sobre Portugal e Canada, entre outros temas e questoes desta VIDA de Imigrante e do MUNDO que me rodeia.. ....VIVE SE ESCREVENDO E ESCREVE SE PARA VIVER...

Sunday, November 06, 2011

os Seniors Portugueses

Hoje fui tomar o pequeno almoco aos seniors aqui perto de casa, entrar la foi como voltar a Portugal, como sempre e quando se esta entre portugueses, sem estar 12 horas dentro de um aviao. Portugal http://www.portuguesecanadians.com/Cities-BC.htm estava ali e sempre esta, quando os mais seniors, visto que os mais novos estao ocupados com modernices, se encontram para por a covnersa em dia e levam com eles a familia e isto tudo ao som da nossa musica tradicional.

E bom voltar a Portugal http://dc.msvu.ca:8080/fr/bitstream/handle/10587/594/Nunes%20--%20Portuguese-Canadians%20From%20Sea%20to%20Sea.pdf?sequence=1  por curto periodo de tempo desta forma, sentir o ar e a alma portuguesa desa forma, mas este e um prazer que gosto de saborear de forma bem doseada, nao que tenha algo contra as nossas gentes, nada disso, mas visto ter nascido e crescido como emigrante nunca sube muito bem como pertencer a Portugal que sempre achei que tinha e tem muito para evoluir pois ainda somos muito rusticos.

Eu ate gosto dessa lado rustico e isto pode ate parecer contradictorio, mas e exactamente essa forma de estar e ser que nos faz unicos em comparacao com as outras nacoes, quando vim para o Canada cedo reparei naquilo que nos deferencia das outras nacoes e essa e uma delas, somos directos, falamos o que pensamos e sentimos, por vezes nao somos bem honestos mas quando somos, nao ha mal entendidos. isto pode suar a defeito, que o e no extremo, mas ao mesmo tempo e o que nos diferncia dos chineses, japonses ou mesmo canadianos.

Somos unicos, nao o nego, mas para saborear esta forma unica de ser, estar e pensar prefiro o fazer com alguma moderacao..porque e excessivo as vezes pode ser demais, mesmo em relacao aquilo que nos define e faz ser o que somos, a nossa cultura.




0 Comments:

Post a Comment

<< Home