UM PORTUGUES EM VANCOUVER

Chamo me Tiago Ribeiro, e desde a 9 anos que imigrei para o Canada, mais precisamente, para uma das mais belas cidades do mundo de seu nome VANCOUVER.Aqui irei mostrar e reflectir, sobre esta bela cidade, Cultura e Culturas, a experiencia da imigracao, reflexoes pessoais e sobre Portugal e Canada, entre outros temas e questoes desta VIDA de Imigrante e do MUNDO que me rodeia.. ....VIVE SE ESCREVENDO E ESCREVE SE PARA VIVER...

Thursday, March 09, 2006

Amigos, amigos...Onde estao?


Amigos, precisamos sempre deles e nao importa os defeitos, desleixos e conceitos que eles tenham, sao sempre uma forca que nos guia nas tempestades da vida. Este e um lado da emigracao que para mim, e creio para muita gente, ser uma parte importante do Ser, que deve ser preenchida para que a emigracao nao seja uma constante "tortura" de "trabalho, trabalho, familia, trabalho, familia, trabalho".

Quando vim para o Canada, tive que abandonar os amigos em Portugal e isso, nao posso negar, deixou me triste. Em Santiago do Cacem, uma pequena cidade onde vivia, as pesssos todas se conheciam e era facil ver os amigos e estar com eles, e isso levava que as amisades tivesses raizes fortes..Sendo que muitas das amisades que criei la ainda duram mesmo devido a distancia. Do Coral Harmonia ate os amigos que me veem a acompanhar desde a primaria, todos estao na minha memoria e nunca serao esquecidos.


Mas no Canada, as amisades sao algo mais "maleavel" e "flexivel", resultado do progresso e da rapidez do mundo comtemporaneo e da escolhas pessoais de cada um. Prova deste progresso e o facto que se pode fazer o 11 e 12 ano em seis meses, enquanto muitos levam anos a faze-lo. Como consequencia as turmas sao batantes pequenas. Mas voltemos aos amigos, como estudante, eu estou dentro deste sistema de aprendizagem de uma lingua o mais rapido possivel, e claro que, ao longo desta apredizagem nascem varias amizades, mas passado tres meses, muda-se tudo, de colegas e de professores. Pode-se ficar com os contactos e com a semente de uma amisade...mas a vida so ocasionalmente nos reune.


Muito se escreve afirmando que Vancouver e uma cidade se solteiros, parece-me que, como consequencia uma cidade de amigos ocasionais/passageiros, para o bem e para o mal, mas sempre com alguns pemanentes. Parece me que um o primeiro facto esta ligado directamente com o segundo, mas mesmo assim, esta e uma das cidades mais "amigaveis" (a todos os niveis) que ja tive o prazer de conhecer, constratando bem com o "cizentismo" de muitas cidades europeias, entre as quais Lisboa.
Vancouver e enorme (""550 mil habitantes comprimidos em 113 quilometros quadrados (na cidade propriamente dita) e 2,14 milhões de habitantes na sua zona metropolitana, Vancouver possui a segunda densidade populacional mais alta da America do Norte, so perdendo para Nova Iorque"") e talvez por isso tudo isto exista.

Outra instuicao que me ajudou a proposionar a possibilidade de amisades foi o Mosaico ( www.mosaicbc.com) pois voluntarie-me aqui e isso fez com que conhecese pessoas de varias partes do mundo, mas so pelo facto de falar e estar com eles , so isso ja fez desta experiencia de voluntariado algo muito importante, mas fica sempre a semente de uma amisade por florir.
Mas as amisades, resumindo, continuam a ser no Canada a primeira coisa sofrer o preco da modernidade, que se podera fazer?...

A Vida nem o Tempo para, por mais que desejemos que ela fassa umas "ferias". Mas se ha uma coisa que sempre levamos disto, a que chamamos Vida, sao as pessoas que se cruzam no nosso caminho e nos fazem crecer e evoluir a todos os niveis. E por causa da Impermanencia da vida temos sempre que avancar e nesse progresso fazer novos conhecimentos e nunca desistir de abrir o coaracao aos outros...porque sem os Outros, seremos apenas Sombras.

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home