UM PORTUGUES EM VANCOUVER

Chamo me Tiago Ribeiro, e desde a 9 anos que imigrei para o Canada, mais precisamente, para uma das mais belas cidades do mundo de seu nome VANCOUVER.Aqui irei mostrar e reflectir, sobre esta bela cidade, Cultura e Culturas, a experiencia da imigracao, reflexoes pessoais e sobre Portugal e Canada, entre outros temas e questoes desta VIDA de Imigrante e do MUNDO que me rodeia.. ....VIVE SE ESCREVENDO E ESCREVE SE PARA VIVER...

Saturday, October 30, 2010

A Cooperacao (produzido no Canada)

Este decpmentario foi feito por Joel Conrad Bakan http://www.thecorporation.com/ onde se analiza as actividades das cooperacoes que rocam o criminal e injusto e sem duvida um decomentario dos nossos dias que deve ser visto por todos que se sentem indignados pelo sempre crescente irresponsabilidade e abuso de poder/ dinheiro destes,  e muitas vezes, fora das leis que a maioria de nos vive no dia a dia.


O mito do Heroi (canadiano)

Certas sociedade tem a nessecidade de herois, nao conseguem subreviver sem eles e tem de os criar seja atravez de cenarios de guerra, ou actos de heroismo quotidiano. Em Portugal temos tambem os nossos herois, mas nao lhe damos tanto valor quanto os canadianos o fazem, aqui herois fazem se sempre de actos heroicos de salvar pessoas dos males da modernidade como fogos e crimes, a militares mortos em guerras muitas vezes inevitaveis, herois estao em todo o lado.

Mas para se fazerem herois e preciso sacrificio, sangue e um bo montao de coragem e assim de fez a America dos tempos mais antigos ate a modernidade, e se o pragmatismo tem uma face e a do heroi mais inesperado dar a face por algo que e em si inesperado, talvez este ate seja a formula de como se fazem herois, mas nem sempre eles sao precisos diaramente e nem sempre eles surgem vindos do nada...assim se criam mitos.

Parece me que os mitos existem para criar mais mitos e heroes e assim se consegue muitas vezes elevar uma sociedade e custa de dor e coragem, e por isso acho que seria interesante ser discutido civilizadamente qual e o valor do heroi hoje em dia? qual e a sua utlidade social e politica? pois parece me que certamente deve ter alguma, que faz alguem um heroi ou uma vitima de algo fora do seu control? e quais sao is limites do heroismo e da cobardia?

Parece me que num mundo tao complexo como o nosso e bom lembrar os herois do passado e do presente e ver e pensar bem no que eles nos mostram e tentar, o que nao sempre e facil, ver a realidade da ficcao, a nostalgia da propaganda ou,  os erros das verdadeiras vitorias e tudo que ser heroi deve realmente significar..Nao digo que herois nao fazem falta, que o fazem, sem duvida, mas muitas vezes ha muito que encobre a nosaa visao e memoria, e ate mesmo percepcao, sobre o que eles realmente sao, e os efeitos que  eles tem na nossa mente colectiva....Herois presicam se, mesmo os irreais!!



Friday, October 29, 2010

Canadianos Extraordinarios

Extraordinarios, todos somos e se nao somos agora certamente um dia seremos ou noc passado houve uma altura em que a unica forma de superarmos muros altos tinhamos que nos superar, logo de certa forma, todos e alguma altura fomos e seremos extraordinarios..No entanto ha certos individous que a sua vida e em si um exemplo de excelencia e historias de vida  que vao alem do tempo e do espaco em que aconteceram, quem nao conhece algumas?

Pesssoas extraordinarios, independetemente de onde veem sao uma licao de vida que tocam o universal e vao alem das nascoes que os viram crescer e tornar sem, por fim extraordinarios. No Canada eixtem tambem varios individous que sem duvida merecem ser conhecidos mas muitas vezes acontece estes serem conhecidos por americanos, enquanto o seu berco foi o canada, nao se surpriendam, e muito normal garanto vos.

Recentemente achei uma coleccao de livros que escrito por grandes nomes da literatura e cultura canadiana nos dao a conhecer as grandes personalidades da curta historia canadiana, da politica a arte e cultura em todas hove e grandes nomes que merecem ser conhecidos e mesmo discutidos alem  fronteiras, e digo novamente, nao so os canadianos, mas por esse mundo fora, os grandes deveriam ser mundialmente conhecidos e nao so alguns.

A coleccao Canadianos extraordinarios http://www.extraordinarycanadians.com/ e sem duvida uma coleecao para aqueles que vivem fascinados com os grandes homens e mulheres de todos os tempos e ha sem duvida nesta para todos os gostos, de satiristas a politicos carismaticos a chefes indios, aqui todo o canada ou o essencial deste esta presente.

Seria interesante fazes semelhante colecao del ivros em portugal e claro se quizesemos que alguem os lese or estes a precos aceciveis em tempos de crise para que a generalidade das pessoas o podessem ler e nada como faze los em formato de livro de bolso, que curiosamente sao os mais baratos que conheco.

Eu sou daqueles que acredita que se existe conhecimentos ideias e muita historia para ser contada e conhecida, porque faze la inacecivel tanto pelo linguagem do livro ou pelo preco deste? mas tornar a cultura acecivel, nao deve ser uma idiota desculpa, para a tornar vulgar e tratar os leitores como idiotas, devem ser sim com esta relativisacao e acecibilidade, elevar a cultura ao mesmo tempo que a fazemos perceptivel aos demais na suap rofundidade e complexidade, e se ha pais que ja aprendeu essea licao foi o canada.

Aqui em baixo deixo duas biografias em video de 2 dos varios biografados nos livros, e por favor nao deixe de ler porque so assim seremos melhor pessoas e cidadaos e o mundo a nossa volta sera moldado pela forma que pensarmos e sermos devido ao livro que lemos...




Friday, October 15, 2010

Christopher Plummer in Conversation

Aqui deixo uma entrevista a um dos, na minha opiniao, grandes actores canadianos de todos os tempos, espero que seja do vosso agrado.

Corpos

Diga me uma coisa, gosta do seu corpo? melhoraria/alteraria alguma coisa ou nao? e morte, que acha dela? receia-a, aceita a ou assuta lhe? Nascemos num corpo e morremos num corpo, podemos nao gostar dele mas so temos este, e com ele que temos que nos habituar a estar, mas quando se trata da morte, bem essa, por mais que nao aceitamos ou nao, ela la espera por nos algures no futuro e o que fazemos ate la a so nos cabe saber o que fazer ou nao.

Actualmente ha uma famosa exposicao que e famosa por todo o mundo, mais ocidente que oriente, em que se mostram corpos desecados em accao, estando estes cobertos em plasticos. Estes corpos nao corpos de alguem que algum dia tinha uma vida como todos nos e e inegavel que quando olhamos para estes estamos a ver um corpo morto, mas verdade seja dita, que muitas vezes e melhor nao  ter certas consciencias sobre certos factos, digamos que e mais...comodo e confortavel, nao sera? e ignorando vivemos sempre melhor, ou talez nao.

"Body Worlds" como se chama em Vancover tem levantado polemica desde que ca chegou pois parece que a igreja esta muito indignada com tal obra, pois esta se segundo eles estamos a tocar em materias que pertencem ao conhecimento divino que seria melhor estar esquecido, mas isso faz me levantar uma questao, se estamos a ver corpos mortos de pessoas, sera que a alma destes esta em descanco? bem para isso teremos que acreditar na alma nao e.

Mas tirando toda essa reflexao sobre moral, morte e o corpo nao deixa de ser uma interesante exposicao que nos deixa ver coisas que nos estao escondidas devidas as nossas limitacoes fisicas, mas nem por isso uma boa reflexao e discuccao sobre esta nao incomoda nada, porque tudo que existe debaixo do sol merece sempre algum tempo ser pensado, mesmo quando nao chegamos a conclusao alguma.

Mas porque precisamos de conclusoes? se o tempo historico e social, e as expericias dos outros, nos mostram tao relativo sao de facto o que tomamoso por verdadeiro sao tao mais flexiveis do que julgamos...isto da panos para mangas..mas voltemos aos corpos..dos outros.

Body Worlds encontra se no Science World http://www.scienceworld.ca/ , se alguma vez viram uma foto area de Vancouver, e aquela bola pontiaguada, e e nesta que todas as geracoes veem aprender sobre o mundo da ciencia e natural, nos seus principios mais basicos e aceciveis porque ciencia e coisa complicada e complexa.

E sem duvida uma exposicao que criara discucao e reflexao em todo o lugar que va, mas assim de tudo isso deve se porque os corpos dos que vemos por mais distantes que possam parecer, nao passam de reflexo dos nossos proprios corpos sao na realidade...se alguem se preocupar com o seu bem estar fisico depois de ver esta, arte sim pode mudar o mundo e todos nos no processo.

E em ultima nota, ate um melhor amigo do criador desta exposicao, Dr. Gunther von Hagens, esta planitado nesta mesma expociacao e o proprio doutros tambem deseja ser plastinado como as suas obras, da que pensar.....

Tuesday, October 12, 2010

Tanta America!!!

Vivo a algumas horas da America, pais este que e do conhecimento geral manda em tudo e todos e faz o que bem lhe apetece sem pedir contas a ninguem. Esta e uma nacao de coisas grande tanto em vitorias e conquistas a muitos niveis humanos, culturais, cientificos, tecnologicos, militaristicos e de entredimento que sao e esta na vida de todo o mundo e em todo o canto do mundo e nos nao podemos fugir deles por mais que queiramos, tentem e vao ver que nao conseguem.

As vezes dou comigo chateado devido a tanta America e americano existe neste mundo, da roupa que temos a escolha, aos livros que lemos, ao tipo de mulher que achamos desejavel ou nao, a comida mais rapida e pop que ha por ai e um cem numero de de coisas, o que encontramos? America. Eu creio estar num mundo globalizado e sei que vivo num pois posso conhecer pessoas de todo o lado e aprender coisas que de outra forma nao podia directamente no meu pais ou como imigrante, fora dele, mas se este globalismo e tao global como devia ser, porque raio o que eu so vejo e coisas americanas? onde esta a Africa e outros pequenos continentes?

Se a globalizacao e para ser o que devia ser, partilha de cultura ideias, e tudo mais que cada cultura cria, porque raio nas Filipinas os ricos e belos tomam a estectica americana como modelo? e se virmos em cada pais por esse mundo fora e a America que encontramos, porque me e tao dificil achar outras culturas e o que elas fazem e criam com tanta facilidade que encontro a americana? isso nao acontece. 

E se ha prova que esta globalizacao nao e tao globalizada como parece e quando so um modelo se segue e todas as outras o seguem porque sim, por isso chega de america!!! esta globalizacao falhou nos seus principios de partilha globalizada pois nao ha igualdade entre culturas e so uma se enforca sobre as outras, chega de tanta america!!!

Monday, October 11, 2010

A Islamica: parte 2

Eu ja anteriormente falei da nova aquicizao da minha pastelaria, uma chefe que por acaso e islamica, mas isso parece ser o pior dos males, nao sendo isso um mal desde ja, o que acontece e que faz que ela se torne um problema na pastelaria e que ela fala muito, faz  pouco e lentamente e nos os trabalhadores temos mais nocao do que e importante do que ela, logo levanta se a questao, que raio faz ela la?

E do conhecimento geral que chefes sao caros e o tempo deles e melhor ser de alguma utilidade para o grupo e para a companhia ou nao passam de um palhacos que enriquecem a custa do patrao. O que acontece com a nova chefe e que muitos de nos se queixam da ma forma de chefear desta, sera que alguem se importa? so nos pois os chefes maiores mascaram a situacao dizendo que e cultural, pode ate ser ou nao, mas se formos por essa linha de pensamento ha muito islamico inutil por ai o que nao creio ser verdade.

O problema nao e a cultura dela, o problema e ela, sendo esta pequena, fininha e tendo a sua responsabilidade um grupo de pasteleiros em relacao ao qual so esta ligada heirarquicamente, que pode fazer ela? podia ser mais utill mas para isso ela teria que conhecer a dinamica de nos pasteleiros e da dinamica de producao na pastelaria, que ele parece ignorar, logo visto ela nao saber disto e so gostar de mandar, o que e muito facil diga se ja, nos estamos lixados a partida.

Ha escolhas que se pagam caro no lucal de trabalho e seja quem for que contractou este chefe, independentemente de que cultura ela seja, nao deixa de ser uma contractacao muito inutil, numa altura em que precisamos mais de ajuda do que de obstaculos.

Acho que muitas vezes com problemas como este, e um esforco ir alem da cultura da pessoa e centrarmo nos no essencial da questao, que e se a pessoa nao ajuda seja ela quem for, tem um unico destino de procurar algo que melhor se adapte as suas caracteristicas, seja islamica ou nao, porque ate islamicos podem ser bons trabalhadores acredito eu, so a nos e que nao calhou tal sorte.

Saturday, October 09, 2010

Portugueses entre portugueses

    Como seremos nos la fora entre nos mesmos,  portugueses? bem tenho que dizer que ha de tudo, e acho que a melhor comparacao de como somos no estrangeiro e muito igual a como somos em Portugal, perdoem me a expressao, somos os caes na maior parte das vezes uns para os outros. Estar no estrangeiro pouco nos muda e quando me refrio a mudar falo de sermos mais simpaticos e amigaveis uns com os outros, mas nao fazendo isto por conveniencia, mas na forma mais honesta o que nao acontece.
  
    E as comadres que o eram em Portugal umas senhoras que nao paravam caladas a dizer disparates, sao no a mesma e ate em outra lingua, senhores com mania das autotoridades nao mudam ca, sao capas ate de ser piores, mas felizmente ha algumas excepecoes.
   
   Nos deveriamos ser melhor uns com os outro no estrangeiro, mas infelizmente coisas estupidas como inveja, o dito statues que desaparece mas nao na mentalidade portuguesa, ma educacao e ausencia de pensamento critico e de analize, parece nao existir, e viver no outro pais torna se para muitos uma repeticao de uma repeticao do que ja todos conhecemos na patria natal. Imigrar torna se para muitos uns excape, mas essa fuga e so relativa na medida em que decidimos ignorar algumas coisas que nos fazem portugueses e aceitar outras que nao nos pertencem e por vezes, o que se decide escolher e ignorar nao e tao claro quanto parece..
  
   Talvez seja por isso e nao so, que me afasto da comunidade portuguesa, somos muito nos e muitos ate criam afinidades familiares com os canadianos louros de olhos azuis, para que fiquemos mais proximos da especia acima na cadeia alimentar desta sociedade e esta aproximacao e mais por conveniencia, pois se nos tem que ver ligados com alguem que nos vejam com aos canadianos, tal e a nossa vontade de progredir. Mas ha quem goste mais de ter afinidades com outras culturas digamos mais, minunitarias, mas sao poucos na comunidade portuguesa aqui em vancouver, portugues so entre portugueses ou  canadianos, com asiaticos , que os ha muito aqui, nunca vi mas se existir, e raro.
  
   Ha amisades que se criam na experiencia de imigracao entre portugueses, que crescem e se desenvolvem, muitas vezes intereses comuns a uniren, mas na maior parte do tempo somos um povo fechado quanto mais velha e a geracao a que olhamos, mas mesmo a mais jovem, nao deixa de ter os seus males de se sentir demasiado canadiana e indefinidamente portuguesa. Para a geracao mais jovem de descendentes portgueses, ser portugues torna se algo quase imaginario, mas no entanto as geracoes mais novas por mais amor que tenham a um pais que nao conhecem e so tenham os valores que os pais lhes ensinaram, sao sempre mais canadianos e portugal e sua cultura torna se mais uma cultura de "conveniencia" que e sempre bom ter a mao.

  Vive se no canada numa cultura em que o agora vale mais do que o que passou, que importancia tera para um jovem de 2 ou 3 geracao os feitos historicos portugueses? muito pouco, de facto muito do nosso orgulho de sermos portugueses devia ser mais interesado na nossa cultura pois vive se muito em ignorancia de quem somos e do que fomos, sabedoria e conhecimento devia ser estimulado na comunidade, todas as geracoes ganhariam com isso.
  
   Ter saudades da patria ou angustia do que ela se tornou nao nos faz melhores noutras terras, talvez nos ajude a vancar a a lutar, mas como comunidade, muitas vezes invizivel aos olhos da maioria, ainda somos um grupo de gente com muito para melhorar, pois deveriamos nos inter-ajudar mais, em vez de como alguns fazem, de se juntar a igreja com os unicos fins de criarem fortunas sem terem e nem serem devotos de desta.
   
   Portugal esta em crise, desde a muito tempo e talvez a crise nem seja so das geracoes dos boom or dos mais novos e a sua solucao para o nosso pais e para as comunidades alem mar talvez seja a mesma, a de nos sinceramente nos ajudarmos sem ter outros intereses por detras que nos dividem mais do que unem.

Monday, October 04, 2010

Momentos em Ferias

     Momentos, tao momentarios que so de termos consciencia deles ja passaram..mas outros os seguem e de momentos atras de momentos se faz uma vida quep or mais longa que possa ser e sempre tao breve a escalas mais astrologicas. Ferias, essas, por mais curtas ou longas que sejam, sao sempre breves como foi  a minha ida a Portugal, verdade que nao se podia viver de ferias mas o tempo nao perdoa e quando as ferias terminam e vemos as varias possibilidades que poderiamos ter aproveitado e nao o fizemos, ai a ausencia de perdao e pessoal....

    Aqui deixo algumas fotos do que vi e presenciei em Portugal, tendo eu passado grande parte do tempo no interior alentejano (Vila Alva), que por mais que esteja fora sao sempre as minhas raizes e um lugar que ao contrario de Vancouver o tempo parece estar suspenco e o progresso anda um paco de cada vez. Para muitos esta pequena vila pode ate parecer irrial nos tempos que vivemos, mas por mais que a tenhamos como refugio, ferias ou reforma, a realidade e o tempo real estao sempre a espreita.




















Sunday, October 03, 2010

pequeno Portugal

       Ir a portugal onde agora estou e sempre uma experiencia com tanto de curioso como de surpriendente e agora isso nao e menos verdade. Embora Portugal seja um pais de pequenos actos e de ligeiro progreco la se vai evoluindo, por exemplo por o alentejo ja se vai aproveitando a energia do sol que aqui e rei e senhor, ha estradas com menos buracos pelo menos as estradas com que me cruzei. Mas boas noticias na altura em que visito portugal estao em falta, as medidas de austeridade nao sao so portuguesas mas aqui as coisas doem. A dor e a magua e tao comum que acho que as pessoas ja estao incenciveis a ela e porver isso que ir a portual custa me tanto, portugal podia ser mito melhor, no entanto, crises atras de crises fazem isso impossivel.

Outro factor que nao me alegrou na minha ida a portugal foi o facto de nao ter podido estar com todos os amigos pois estive sempre divido entre a vila e santiago do cacem onde tenho casa, eu nao sei se chamo isto ferias porque ferias para mim e descancar e aproveitar o tempo, mas houve pouco tempo e muito que se devia ter feito..bem acho que tem que ficar para a proxima.

Os portugueses ainda guiam irresposavelmente, as coisas ainda custam a ser eficientes e eficases, fotebol e mexericos ainda sao a forca que move os portugueses....resumidamente, portugal continua portugal..mas e a vida dificil, a instabilidade e corrupcao governamental e a total falta de interese dos portgueses que continuam a fazer portugal menos portugal a cada dia que passa.

Custou me ir a portugal, nao nego que adorei ver a familia e falar brevemente com um ou 2 amigos, mas as historias de vida de amigos e familia com que me cruzei fizeram me doer a alma, historias de vida que o tempo destroi, vidas feitas de escolhas erradas e consequencias devastadoras, e ate vi alguem que espera pela morte e esta deitada em dores que alziemer e incapas de dar voz de socorro....silencio, esquecimento, dor sem voz e sem expressao.

Agora que penso no que vi talvez essa pessoa amigo da familia fosse o perfeito exemplo daquilo que portugal por hoje passa..todos sabemos que ha um futuro e o que ele tem a nossa espera, mas o presente e cheio de dor e nem o optimismo da sinais de vida, so de morte a cada dia, assim parece estar portugal e a alma portuguesa e e por isso que estas ferias ao meu pais natal por mais que tenha visto que ha frusto que vao desabrochar no futuro a espera de se dar, com primas gravidas, primos casados, amigos em busca de melhores dias, mesmo nesses pequenos raios de luz, as trevas parecem me ser sempre mais fortes, mas ate quando?? ate quando serao as trevas poderosas??