UM PORTUGUES EM VANCOUVER

Chamo me Tiago Ribeiro, e desde a 9 anos que imigrei para o Canada, mais precisamente, para uma das mais belas cidades do mundo de seu nome VANCOUVER.Aqui irei mostrar e reflectir, sobre esta bela cidade, Cultura e Culturas, a experiencia da imigracao, reflexoes pessoais e sobre Portugal e Canada, entre outros temas e questoes desta VIDA de Imigrante e do MUNDO que me rodeia.. ....VIVE SE ESCREVENDO E ESCREVE SE PARA VIVER...

Thursday, October 15, 2009

Maitê Proença""VS"" Portugal, ou algo do genero..

Recentemente houve um escandalo no meu "querido" Portugal devido a uns comentarios que a grande e multi disciplinar actires Maite Proenca fez de Portugal num show brazileiro, tendo havido em consequencia disto ate um baixo assinado e um pedido de desculpas...
Eu pergunto me se havera nessecidade de tanta "telenovela" so por causa do que ela mostrou de Portugal, eu vi e revi o video no You Tube e vao me desculpar os meus conterraneos, que nao me ofendeu minimamente, claro que tem alguma "piada" pela sua absurdez, por um 3 ao contrario, Salazar ser votado o portuges mais representativo de Portugal ou chamar para arranjar um computador alguem que nao percebe nada de nada da materia...

Tudo absurdos atras de absurdos e para ver absurdos e coisas "engracadas" sem graca os portugueses ja tem as noticas, que lhes chamam a realidade todos os dias, mas ninguem faz baixo assinados de tanta desgraca/absurdo que e transmitida pelas noticias....Parece que a maior ofenca acontece quando vem de lugares inesperados, nunca ofende quando vem dos mais obivios.

Ou tera nos ofendido por ter sido uma brazileira, famosa, a mostrar a forma como somos na realidade? bem isso nao me parece ser motivo forte o suficiente para ficarmos indignados com ela, mas sim connosco mesmo, se e assim que somos vistos pelos brazileiros tambme outras culturas devem reparam em semelhantes aburdidades? nao sera? E de novo, a bola fica do lado dos portugueses, talvez ja vai sendo tempo de fazermos alguma auto analise como Miguel Sousa Tavares- escritor este que ja escreveu uma intruducao a um livro de Maite Proenca- afirmou e com toda a razao..

E verdade que achamos paida ao humor currosivo dos "Comtemporaneos" que poe o dedo na frida e fridas da nossa provincial sociedade, fazendo nos ver como somos sem pedir desculpa a ninguem ou entao o "TeleRural" que mostra a mentalidade e a pequenes da forma de ser portuguesa atravez de noticias cheias de non sence e algum surrealismo...mas depois ficamos indignados com comentario bem disposto da grande actirs Maite Proenca???

Entao por essa logica, se for comedia aceitamos tudo que nos mandam para fazer rir e depois se for algo mais "real" doi nos mais? Bem ainda a dias vi um programa chamado "A liga dos ultimos" e eu nao sei se este era um programa serio ou uma comedia sobre os clubes que nao tem divisao, nao percebo como alguem do mundo do fotebol nao ficou indignado com tao serio programa que mostrava o humor de quem via e fazia fotebol longe dos grandes estadios, porque a mim pareceu me ser mais uma comedia do que um drama real, ou havera comedia no drama?

Olhando Portugal por estes dias, parece que e facil achar facilmente drama nos dramas nas vida de pessoa que tentam fazer o que podem para sobreviver ou pelo menos tentar viver e talvez tenha vindo desse universo a indignacao, pois estamos tao imercos em desgraca e drama que nao conseguimos, por muito que nos custe, ver alguma comedia na nossa condicao e isso e bem capas de ofender muita boa gente que faz o que pode para viver...Sempre fomos muito bons, nos portugueses, a por drama nas nossas existencias, quando o melhor, ou algum, alivio que podemos ter em relacao a esta, e atravez da comedia nesta. Ainda nos falta muito para honestamente olharmos para nos, como povo, e aceitarmos o que vemos.

Acho que ha sempre alguma comedia nos dramas e por vezes na tragedia, mas que as possamos ver precisamos de flexibilidade e sentido critico em relacao a nos e ao que nos rodeia, mas de barriga vazia e existencia incerta isso custa, e talvez seja este o "trabalho de casa" que o povo portugues tera de fazer, quando alguem de fora nos mostrar a forma como somos, sem que isso nos ofenda.

Nao me parece que isso acontecera no futuro atravez de politicas ou influencia religiosa, porque o problema aqui e de mentalidades e valores e enquanto nao houver maneira de as fazer mudar e progradir abusurdos "problemas" deste tipo irao surgir sem nessecidade, pois ha coisas mais importantes a serem tratadas em Portugal. A primeira cirse a mudar e a interior da alma dos portugueses, so depois as outras "reformas" ou tentativas de reforma terao alguma utilidade, parece me.

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home