UM PORTUGUES EM VANCOUVER

Chamo me Tiago Ribeiro, e desde a 9 anos que imigrei para o Canada, mais precisamente, para uma das mais belas cidades do mundo de seu nome VANCOUVER.Aqui irei mostrar e reflectir, sobre esta bela cidade, Cultura e Culturas, a experiencia da imigracao, reflexoes pessoais e sobre Portugal e Canada, entre outros temas e questoes desta VIDA de Imigrante e do MUNDO que me rodeia.. ....VIVE SE ESCREVENDO E ESCREVE SE PARA VIVER...

Thursday, March 31, 2011

Pode um pais transformar um Imigrante????

Desde a muito tempo essa questao danca na minha mente, pois e verdade que nos nos mudamos de acordo o que nos rodeamos, e mudamos sempre de acordo com ele, no entanto, essa mudanca, quando ela se da, pois nao funcionada para toda a gente, por vezes pode ser bem radical, e a pessoa que deixamos no nosso pais natal nao a mesma no pais para onde imigramos.

Mas houve does factores que me levaram a levantar seriamente esta questao, uma foi uma colega minha filipina que passando de normal empregada para manager, mudou de personalidade totalmente, foi de simpatica e acessivel a arrogante e com atitude de sabichona, como se o cheiro do poder a muda se do dia para a noite, afinal quem e ela, a pessoa antes ou depois te ser responsavel?......nao sei, que lhe parece?

 Mas foi quando me apresentei a uma colega minha angolana dizendo quem era e que falava porques que a sua total ausencia de curiosidade me deixou preplexo, e que muitas vezes ha reaccoes quando achamos alguem que fala a mesma lingua e partilha a mesma cultura, de certa forma, mas ela nao, ate lhe cheguei a pergntar em portugues se se falava portugues a que ela disse "essa e a minha lingua", mas foi quando um longo silencio se seguio a essa resposta que decidi sair de tao humilhante situacao e sair dali o mais cedo possivel.

Viver num pais estrangeiro faz muitas vezes com as pessoas escolham 2 caminhos tenho notado, uns preferem os confortos da nostalgia e do que deixaram no pais de origem muitas vezes fechando se de tal forma que muitas vezes nao falam nem conhecem a lingua do pais onde vivem, ha muitos casos destes na cultura asiatica. Outro extremos e o que "esquecem" a sua cultura na sua parcialidade, ou totalidade e transformam se em individous novos num pais novo, existindo isto tambem na cultra asiatica e entre os portugueses tambem.

Esta mutacao talvez seja o preco que se paga para nos adaptarmo nos a um novo pais e para se fazer parte da maioria, os canadianos sao por vezes arrogantes e com uma atitude muito seleciva em relacao a quem se abrem e prova disso e que na minha de aula pode se ver diferentes grupos devido a esta mesma selectividade, os arabes, os asiaticos e os indianos todos entre si, falando ainda assim o ingles. Logo se alguem fala ingles e muda para fazer parte de uma cultura isso aproxima o/a da classe mais elevada, os canadianos brancos, porque embora isto nao seja algo "consciente" a nivel social, e bastante obvio se prestarmos atencao e virmos os grupos que se formam num centro comercial por exemplo, ir a um centro comercial e ver a sociedade canadiana no sua mais clara expressao social/economica.

Esta tematica e sem duvida interesante pois envolve questoes como identidade e definicao do que um individou e ou e capas de ser e e interesante saber tambem ate que ponto a propria sociedade leva a que isto aconteca. Em Portugal os imigrantes velham de onde vierem, tem que se tornar portugueses e nao e dificil achar indianos a falar portugues com pouco ou nenhum traco da nacao de origem, isto talvez aconteca devido a nossa inflexibilidade e incapacidade de inabtacao do povo portugues em relacao aos que sao de fora e imigram para o nosso pais e isto faz com que traidicoes e havitos vindos de outras paragens se tornem algo quase "secreto" e a relacao entre o mundo privado e o publico tornam se mundos diferentes.

Desta forma, devido a nosssa atitude concervadora de " se estas no meu pais tens de falar a minha lingua e ser como nos somos, ou es excluido" isso leva muita vezes a que se deeem muitos conflicos que se houvese mais abertura social e cultural por parte dos portugueses, seria evitavel, e nem aconteceria.

Mas deixo estas questoes aos sociologos, que eles tem muito para nos ensinar ainda, mas nao e por isto ser algo sociologico que nao deixa de fazer parte de nos, pelo contrario, no que toca a questoes sociais e de indentidade e bom ter algum juizo sobre isso, parece me, porque a forma como nos vemos os outros muito tem haver com a forma como eles nos veem a nos no fim!!

1 Comments:

Anonymous Anonymous said...

Excelente tema levantado. Realmente da necessidade se faz a mudança...o mais importante é levar essa mudança para o lado do desenvolvimento cultural, algo que agregue, assim nos tornamos melhores para com os outros e principalmente para conosco.
Adorei a temática! by KK.

April 09, 2011 10:40 PM  

Post a Comment

<< Home